Monday, January 13, 2014

11 de Janeiro

Esse meu jeito Peter Pan de ser.









 Eu nunca quis crescer, e agora que eu sou “grande” eu me recuso a acreditar que de fato eu havia crescido.
Quando estava na quarta série, via os alunos do ensino médio como se eles fossem muito inalcançáveis, que anos e mais anos passariam até que eu estivesse no mesmo nível que eles. Eram apenas alguns anos de diferença, eu tinha doze e os alunos do ensino médio timha, 16,17… Mas para mim, aquilo era uma vida! E na época era uma vida que eu queria para mim.
Acreditava que quando chegasse na idade de estar no ensino médio, tudo iria mudar, mas a verdade é que nada mudou, nadinha. Eu continuava estudando, continuava morando com meus pais, continuava amando Disney…
Então eu pensei, bem quando eu sair do colégio ai sim, as coisas mudariam.
Então... Eu fui para a faculdade, sem nenhuma perspectiva de um relacionamento, sem nenhuma ideia de quem eu era ou quem eu gostaria de ser, a única coisa que eu sabia é que: eu continuaria a estudar, continuaria a estar na casa dos meus pais, e continuaria a amar Disney.
Isso não mudou...
Hoje no terceiro semestre da faculdade eu vejo em uma encruzilhada de caminhos escuros, eu não sei quem sou, mas eu sei que tenho que arrumar um emprego dois semestres pra frente. Eu não gosto do que faço, mas tenho que estudar para ter boas notas. O que eu realmente amo não deve passar de um hobbie… 

Complicado.

Então eu me escondo nas minhas camisetas de super-herois, nos meus desenhos animados e nos livros que eu leio invés dos livros da faculdade...
A verdade é que eu tenho medo, medo de ser etiquetada ‘adulta’ se eu nem ao menos sei como pagar um imposto de renda. Tenho medo das responsabilidades a minha frente por que de verdade, de verdade mesmo, eu não sei como… Ou ainda pior, não sei se quero enfrenta-las.
A verdade é que eu preferiria estar de volta a quarta série, onde minha maior dúvida era saber se eu deveria usar a caneta azul ou rosa para responder o caderno de perguntas da minha amiga….
Eu não tenho uma resposta miraculosa dizendo que por tal e qual motivo eu resolvi que vou ser uma adulta responsável e viver o máximo a minha vida, por que eu realmente não sei como fazer isso. Ainda luto para poder me olhar no espelho e não me odiar completamente… E se eu não consigo se quer saber, ou gostar de quem eu sou como poderei, se é que algum dia eu vou poder atender as expectativas daqueles que me rodeiam?

Oi, bom dia, gostaria de uma passagem, só de ida, pra Terra do Nunca…. Não, aquela que fica na segunda estrela a direita…

No comments:

Post a Comment