Tuesday, January 7, 2014

7 de Janeiro


Da série ‘Todas as coisas que você não precisa saber, mas eu vou falar de qualquer forma.

                Então...Eu assisti Frozen.

Preciso avisar que eu realmente AMO Disney, mais do que eu deveria. Tenho mais pelúcias da Disney do que muita criança. Conheço quase todas as músicas em inglês e Português, eu sei as falas dos filmes, que tenho quase todos... Até uma tatuagem Disney eu tenho... É meu caro... Sou dessas. E com muito orgulho
 Mas o que eu posso fazer? Acho maravilhosas a magia da animação, a perfeita mistura da música e a fantasia... É uma perfeição completamente inalcançável e adorável. Pelo menos para mim, eu sempre fico com a pele arrepiada e morrendo de vontade de sair em uma aventura cantando sozinha e dançando quando eu termino de ver o filme, é como se, depois de filme eu pudesse ver de fato a magia ao meu redor, ou fingir que existe magia ao meu redor.
E com o novo filme da Disney Frozen, não foi diferente, e ainda foi mais especial, não somente por que fala do relacionamento entre duas irmãs, mas pela primeira vez eu realmente me conectei com uma princesa... A Princesa Anna.

 






Deixe-me explicar, por ser tão fascinada por Disney, eu deveria ter algum personagem que eu visse nos filmes e pensasse “Caramba... Esse ai sou eu” e eu realmente  tenho, mas nunca foi uma princesa.  Não sou a mais bela de todas como A Branca de Neve, Nem sonho com o amor da minha vida e a liberdade que nem a Cinderela, dormir por cem anos até parece legal, mas eu não sou como Aurora. Não sou corajosa pra fazer escolhas difíceis que nem a Ariel, ou esforçada e completamente linda como a Bela, não tenho o temperamento da Jasmine, ou um povo para salvar como a Pocahontas. Meu cérebro nem de longe é rápido como o da Mulan.  Não tenho um grande sonho como Tiana e Rapunzel, ou se quer consigo me defender como Mérida.  Honestamente eu sempre me via como a Fera... Mas isso é assunto para outro dia....

Mas eu sou parecida com a Anna, ela é simples, desastrada, de bom coração e boas intenções , e tudo que ela tem de fato é fé na família dela. E é exatamente por essa fé na família que ela decide se resolver.
Não quero falar muito da trama por que pode ter gente que não viu o filme, no entanto  deveria, o que eu vou dizer é que...  É muito bom ver que mesmo no mundo das pessoas perfeitas, que é o reino da Disney, existem um personagem, principal, que se parece um pouco  com esse poço de feitos que eu sou... Deixou-me muito... Animada.
Esse não é um texto inspirador, desculpa se você estava procurando por isso, mas se enganou aqui, isso é apenas um pensamento solto de uma pessoa que está curiosamente feliz e escutando a mesma música por umas duas horas mesmo sabendo que tem que acrdar cedo amanhã...
Então fique com isso:

VÁ VER FROZEN, UMA AVENTURA CONGELANTE!




Can’t hold it back anymore
Let it go, let it go
Turn away and slam the door





No comments:

Post a Comment